terça-feira, 28 de março de 2017

“Sentinela, o que acontece durante a noite?” (Isaias, 21,11).

Dom Antonio Augusto Dias Duarte
Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro


O sentinela é um vigilante atento, que percebe os movimentos mais perigosos e avisa imediatamente àquelas pessoas que devem intervir na defesa das demais, especialmente das pessoas mais frágeis.
A vigilância é uma atitude tão recomendada nas páginas bíblicas, como demonstração direta do amor de Deus por tudo que Ele criou e salvou, que causa perplexidade e indignação o avanço perigoso e veloz das mais variadas expressões do mal no mundo de hoje.

Onde estão, diante do avanço dessa onda de maldades, os corajosos e atentos, sentinelas do bem?

segunda-feira, 27 de março de 2017

Cuidado com o Ecumenismo!!!


Era uma vez, um padre de uma pequena cidade do interior. Nas suas homilias, falava muito sobre o ecumenismo e o diálogo entre as religiões. Dizia que todos os caminhos levam a Deus e que não precisava ser católico para se salvar. Isso era "teologia medieval" e servia de degrau para a intolerância religiosa. Os seus paroquianos ficavam na dúvida, mas não questionavam.

domingo, 26 de março de 2017

A Decadência da Figura do Padre


Frei Inácio José do Vale
Em Milão, o Papa Francisco  afirma que Igreja Católica tem de ser capaz de “encarar os desafios de frente”.

“A Igreja precisa sempre ser restaurada porque é feita de todos nós, que somos pecadores. Deixemo-nos sermos restaurados por Deus, por sua misericórdia. Deixemo-nos limpar nossos corações, disse o pontífice. Respondendo sobre a secularização e a sociedade multiétnica, multirreligiosa e multicultural de Milão, Francisco disse que uma das primeiras coisas que lhe vem em mente é a palavra “desafio”.

quinta-feira, 2 de março de 2017

Cardeais da Cúria que elegeram Francisco querem convencê-lo a renunciar.


Antonio Socci
28/2/2017


Estamos à beira do abismo. E há quem pense (depois de o terem eleito) em substituir o Papa demolidor. Eis aqui com qual cardeal!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

"Procissão da bíblia" e "dança litúrgica". O que fazer?

Padre Luiz Fernando
Diocese de Itumbiara


A prática da entrada ou procissão da Bíblia, logo antes da primeira leitura, muitas vezes acompanhada de dança, vem sendo tolerada há muito tempo. Fato é que esse “rito” não existe oficialmente, isto é, nos livros e normas litúrgicas. O motivo pelo qual ainda não foi permitida oficialmente, apesar da intensa prática, é que não tem nenhum sentido litúrgico-teológico e ainda perturba o andamento da celebração.


terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Padre, um "recasado" pode comungar?


Um sacerdote, Pe. Antonio Grappone, responde às dúvidas e perguntas sobre um tema de grande atualidade, à luz do Magistério da Igreja

O divorciados recasados não podem receber a comunhão porque são mais pecadores do que os outros?

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Cardeal Muller dá interpretação final da Amoris Lætitia


Na semana passada foi publicada uma entrevista com o Cardeal Gerhard Muller, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. Além do Papa, é ele que tem autoridade para interpretar os documentos da Igreja de acordo com o Magistério, como ele próprio diz na entrevista.
Nos últimos meses surgiram entre alguns bispos dúvidas sobre a interpretação correcta da exortação apostólica Amoris Lætitia. Nesta entrevista o Cardeal Muller não disse nenhuma novidade, mas voltou a esclarecer que a única interpretação possível da Amoris Lætitia é a que está de acordo com o Catecismo da Igreja Católica.
Aqui fica parte da entrevista: